Voz VI

Сomentários

Transcrição

Voz VI
FICHA DA UNIDADE CURRICULAR
6º SEMESTRE - ANO LETIVO 2014 / 2015
1. DESIGNAÇÃO DA UNIDADE CURRICULAR - Nº CRÉDITOS ECTS 4
VOZ VI
2. DOCENTE RESPONSÁVEL E RESPETIVA CARGA LETIVA NA UNIDADE CURRICULAR
(PREENCHER O NOME COMPLETO)
Maria de Lurdes de Barros Ribeiro Repas Gonçalves, 4+4= 8 horas/semana (2 turmas)
3. OUTROS DOCENTES E RESPETIVAS
(PREENCHER O NOME COMPLETO)
n/a
CARGAS LETIVAS NA UNIDADE CURRICULAR
4. OBJETIVOS
DE APRENDIZAGEM (CONHECIMENTOS, APTIDÕES E COMPETÊNCIAS A
DESENVOLVER PELOS ESTUDANTES) (MÁX. 1000 CARACTERES)
Desenvolvimento e aprofundamento individualizado das técnicas adquiridas nos
módulos anteriores até ao nível da autonomia na sua utilização com o duplo objectivo
de uma aplicação criativa dos recursos individuais e de uma manutenção consciente e
eficaz da voz.
Correcção individual de lacunas ainda persistentes tanto no domínio técnico como no
interpretativo e nas áreas da voz falada e voz cantada.
Trabalho de apoio técnico e artístico sistemático à disciplina de interpretação.
5. CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS (MÁX. 1000 CARACTERES)
1.
Continuar a trabalhar individualmente para corrigir alguns problemas técnicos
ainda persistentes Relacionar e/ou basear todo o trabalho desenvolvido na disciplina,
na área da voz falada, com o material das representações teatrais dos exercícios a
realizar ao longo do ano.
2.
Aumentar o grau de dificuldade na realização de vocalizos sobretudo de
extensão e agilidade, e continuar a realizar reportório musical a solo e polifónico, de
cuja prática decorrerá maior segurança na realização de espectáculos com música.
3.
Pequeno módulo sobre higiene vocal onde será sistematizada toda a
aprendizagem nesta área e se reflectirá sobre a prática do dia-a-dia em relação à
manutenção da saúde vocal e física em geral.
6. DEMONSTRAÇÃO
DA COERÊNCIA DOS CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS COM OS
OBJETIVOS DA UNIDADE CURRICULAR (MÁX. 1000 CARACTERES)
As propostas dos conteúdos programáticos prevêem um trabalho que desenvolverá a
autonomia na manutenção e preparação diárias da voz.
O relacionamento de todo o trabalho desenvolvido na disciplina, na área da voz falada,
com o material das representações teatrais dos exercícios a realizar ao longo do ano,
assim como o aperfeiçoamento de todas as técnicas para a voz falada e cantada, (com
particular incidência sobre o canto a vozes e a solo). Este será desenvolvido de acordo
com a apetência e capacidade de cada aluno num espaço próprio de trabalho regular,
para dar resposta às novas e variadas solicitações de representação, sempre exigentes
na vertente da voz cantada e permitir o desenvolvimento do ouvido musical com
consequentes ganhos a nível da escuta teatral.
1
7. METODOLOGIAS DE ENSINO (AVALIAÇÃO INCLUÍDA) (1000 CARACTERES)
Trabalho prático individual e em grupo, com momentos de observação, reflexão e
discussão.
A avaliação será contínua, tendo em conta sobretudo os progressos realizados no
espaço do semestre escolar, aplicados à disciplina de interpretação. Será observado o
nível de participação, assim como a assiduidade e pontualidade (80% da avaliação).
Realização de um relatório de técnica vocal (mínimo 5 páginas, 1.5 espaços, letra12),
cujos prazos de entrega serão acordados no início dos módulos em causa (20 % da
avaliação)
8. DEMONSTRAÇÃO
DA COERÊNCIA DAS METODOLOGIAS DE ENSINO COM OS
OBJETIVOS DE APRENDIZAGEM DA UNIDADE CURRICULAR (MÁX. 3000 CARACTERES)
O trabalho de voz só é exequível pela via da prática e experimentação regular e ao
longo de um período considerável de tempo. As aquisições experimentadas e repetidas
são elevadas ao nível da consciência, precisando em seguida de reflexão individual e
colectiva, e a sua passagem à escrita permite perpetuar as aquisições e disponibiliza-las
para a futura prática profissional. O relatório individual permitirá a estruturação de
futuro material para a preparação vocal individual e nalguns casos, de coletivos
teatrais.
9. BIBLIOGRAFIA PRINCIPAL (MÁX. 1000 CARACTERES)
“Voice and the actor” – Cicely Berry, Simon & Schuster Macmillan Company, ISBN
0-02-041555-9
“Make your voice heard” – Chuck Jones, Backstage Books, Watson-Guptill
Publications, ISBN 0-8230-8333-0
“One voice” – Joan Melton, Heinemann, ISBN 0-325-00563“The actor sings” – Kevin Robinson, Heinemann, ISBN 0-32500177-4
“The diagnosis and correction of vocal faults”, James C. Mckinney, Genevox Music
Group, Broadman Press 1982
10. OBSERVAÇÕES
2/2

Documentos relacionados

Voz V

Voz V longo de um período considerável de tempo. As aquisições experimentadas e repetidas são elevadas ao nível da consciência, precisando em seguida de reflexão individual e colectiva, e a sua passagem ...

Leia mais

História da Arte III

História da Arte III FICHA DA UNIDADE CURRICULAR 3º SEMESTRE - ANO LETIVO 2015 / 2016 1. DESIGNAÇÃO DA UNIDADE CURRICULAR - Nº CRÉDITOS ECTS 3 História da Arte III 2. DOCENTE RESPONSÁVEL E RESPETIVA CARGA (PREENCHER O ...

Leia mais

Organização e Gestão I

Organização e Gestão I FICHA DA UNIDADE CURRICULAR 5º SEMESTRE - ANO LETIVO 2015 / 2016 1. DESIGNAÇÃO DA UNIDADE CURRICULAR - Nº CRÉDITOS ECTS 3 Organização e Gestão I 2. DOCENTE RESPONSÁVEL E RESPETIVA (PREENCHER O NOME...

Leia mais

1 FICHA DA UNIDADE CURRICULAR 1º SEMESTRE

1 FICHA DA UNIDADE CURRICULAR 1º SEMESTRE FICHA DA UNIDADE CURRICULAR 1º SEMESTRE - ANO LETIVO 2014 / 2015 1. DESIGNAÇÃO DA UNIDADE CURRICULAR - Nº CRÉDITOS ECTS 3 Teoria e Prática de Produção I 2. DOCENTE RESPONSÁVEL E RESPETIVA CARGA LET...

Leia mais

Design de Cena III

Design de Cena III FICHA DA UNIDADE CURRICULAR 4º SEMESTRE - ANO LETIVO 2015 / 2016 1. DESIGNAÇÃO DA UNIDADE CURRICULAR - Nº CRÉDITOS ECTS 6 Design de Cena 3 - Ramo Design de Cena 2º Ano 2º Semestre 2. DOCENTE RESPON...

Leia mais

ANO LETIVO 2014/ 2015 Teoria e Prática de Produção II Paulo

ANO LETIVO 2014/ 2015 Teoria e Prática de Produção II Paulo FICHA DA UNIDADE CURRICULAR 2º SEMESTRE - ANO LETIVO 2014 / 2015 1. DESIGNAÇÃO DA UNIDADE CURRICULAR - Nº CRÉDITOS ECTS 3 Teoria e Prática de Produção II 2. DOCENTE RESPONSÁVEL E RESPETIVA (PREENCH...

Leia mais